Zêzere

Comum a este grupo de seis aldeias é a sua implantação nas proximidades de uma margem do Rio Zêzere.

Só a aldeia de Mosteiro não se encontra nas margens do Zêzere, mas sim na margem da Ribeira de Pera, quando esta está próxima de ser afluente do Zêzere. E, de todas, apenas Mosteiro não é sede de freguesia.

O material de construção dominante é o xisto, excepto em Pedrógão Pequeno. Em três destas aldeias, Barroca, Janeiro de Baixo e Janeiro de Cima, calhaus rolados de cores claras oriundos do leito do Zêzere juntam-se ao xisto escuro como material de construção de muros e fachadas.

Aldeias do Xisto abrangidas:

Aldeias no grupo Zêzere

Aldeia
View village Adicionar ao Roteiro

Barroca

Zêzere

Na Barroca continua a respirar-se um ambiente rural, pautado pelos seus ciclos agrícolas. É aqui a sede da Rede e das Lojas das Aldeias do Xisto.

Aldeia
View village Adicionar ao Roteiro

Janeiro de Cima

Zêzere

À beira do Zêzere grita-se “Ó da barca!” para fazer a travessia do rio. Em Janeiro de Cima era assim que antigamente se uniam as gentes e o comércio das duas margens e hoje é ainda possível fazê-lo num passeio rio acima.

Aldeia
View village Adicionar ao Roteiro

Mosteiro

Zêzere

A aldeia situa-se no fundo de um vale, como que numa procura constante pela água, que noutros tempos assegurava a subsistência. Hoje é sinónimo de lazer.

Grupos nas Aldeias do Xisto