Artigo

Birdwatching nas Aldeias do Xisto

Os melhores locais do território para observar aves

A ocorrência de algumas espécies mais notáveis da avifauna portuguesa, associada a um gosto crescente pela observação de aves (birdwatching), fornece uma motivação adicional para a visita a este território.

As áreas de escarpas quartzíticas, as áreas de matos rasteiros em altitude e os cursos de água do território criam condições para ocorrência - e também para a nidificação - de espécies emblemáticas da avifauna.

Listam-se alguns desses locais e indicam-se algumas das espécies de destaque que neles ocorrem ou nidificam.

Casal de São Simão - Fragas de São Simão (escarpas quartzíticas)

  • Bubo bubo

  • Ciconia nigra

  • Falco peregrinus

  • Sitta europaea

  • Cinclus cinclus

  • Monticola solitarius

Fajão - Penedos de Fajão (escarpas quartzíticas)

  • Falco tinunculus

  • Monticola solitarius

Janeiro de Baixo - Barragem de Santa Luzia/Serra do Vidual (escarpas quartzíticas)

  • Carduelis spinus

  • Emberiza cia

  • Falco peregrinus

  • Parus ater

  • Ptyonoprogne rupestris

  • Regulus ignicapillus

  • Monticola solitarius

Ocasionalmente, de Fevereiro a Julho:

  • Ciconia nigra (nidificou ali até há poucos anos)

No Inverno

  • Tichodroma muraria

Pena - Penedos de Góis (escarpas quartzíticas)

  • Ciconia nigra

  • Falco peregrinus

Rio Ceira e Rio Zêzere (cursos de água)

  • Ardea cinerea

  • Cinclus cinclus

  • Phalacrocorax carbo

  • Alcedo athis

Serra do Açor e Serra da Lousã (matos rasteiros de altitude)

  • Circus pygargus

  • Sylvia undata

  • Prunella modularis

  • Emberiza cia

Para além destes locais e das espécies mencionadas, destacamos ainda, de uma forma geral, a ocorrência no território das Aldeias do Xisto:

  • Sylvia melanocephala

  • Circus pygargus

  • Circaetus gallicus

  • Aquila pennata

  • Accipiter gentilis

  • Accipiter nisus

  • Corvus corax

  • Cecropis daurica

  • Parus cristatus

  • Picus viridis

  • Caprimulgus europaeus

  • Merops apiaster

  • Oriolus oriolus

Sugestões relacionadas com este artigo

Páginas

O que outros já partilharam

1 comentários
Paulo Correia, 2 anos atrás

Boa tarde,
Irrita-me esta moda indígena de usar palavras inglesas em textos dirigidos a portugueses. Se é observação de aves não é birdwatching!
Paulo